3 de jul de 2012

Stop the War! #foraMMA #foraUFC


Irineu Tolentino

Posso parecer meio romântico, ingênuo, pueril... Sei disso. Sei também que, por mais que  tentamos construir uma cultura de paz, isso muitas vezes não é possível dada a natureza que rege o comportamento dos seres vivos de maneira geral.

Animais matam, plantas matam, seres humanos matam.  Conflitos acontecem a todo instante e fazem parte do ciclo natural da vida; compreendo isso. Mas, se em algumas situações eles podem ser evitados, ao menos nessas, eles devem ser. Já basta ao mundo as dores inevitáveis.

Após as guerras, alguns soldados voltam para casa fazendo aflorar emoções incontíveis nas pessoas e animais que os amam, as quais adormeciam nos corações entristecidos que já haviam se acostumado com as idéias de morte e ausência. Outros não podem fazê-lo. Seus parentes, amigos (e até animais de estimação), seguiram suas vidas acostumados à perda que haviam sedimentado em seus corações, sem saberem das mortes e sem terem certeza de nada, apenas como medida de defesa dos seus sentimentos.

Será que as guerras prematuras e evitáveis valem a pena? E o MMA, UFC ou quaisquer outros conflitos dispensáveis?




Nenhum comentário:

Postar um comentário