2 de jul de 2012

Independência do Brasil, uma outra História



Márcia Cavalcante*

02 de Julho de 1823 é uma data ignorada pelos brasileiros, e talvez por você também. Mas ela é tão importante quanto o dia 7 de setembro 1822, independência do Brasil, proclamada por D. Pedro I, filho de D. João VI, rei de Portugal. 

Aparentemente, como aprendemos na escola, essa independência foi pacífica. Porém, foi à custa da união do povo que, cansado de receber ordens de Portugal, recorreu a D. Pedro I. Este, por sua vez, abraçou a causa e lutou com todas as suas forças em favor do Brasil.
Tal evento subtraiu a vida de muitos brasileiros que, sem preparo, com poucas armas e munições, defenderam nosso país com bravura.

Após o dia 7 de setembro, as províncias brasileiras, aos poucos, foram aceitando as ordens de D. Pedro I, cortando relações com Portugal. Mas, foi em 2 de julho de 1823, na Bahia, que ocorreu a finalização desse processo de independência do Brasil, quando as tropas portuguesas abandonaram a cidade. Horas depois, chegou ali o Exército Libertador, embrião do Exército brasileiro.

Portanto, essas duas datas são importantíssimas para o nosso país pois marcam um recomeço, uma vida nova, que refletem diretamente no Brasil de hoje.

Infelizmente, a falta de interesse pela História, faz com que poucas pessoas se lembrem de fatos relevantes. 

Levamos 512 anos para chegar onde estamos, passando por guerras, golpe militar, eleições indiretas, escravidão e tantos outros fatos marcantes, que precisamos valorizar essas conquistas.

* Márcia Cavalcante é Advogada

Nenhum comentário:

Postar um comentário