9 de jul de 2013

Médicos Importados


Não haverá mais médicos cubanos, mas o recuo de Dilma ficou ainda pior: agora, ela quer os espanhóis e portugueses.

Puro preconceito com Cuba, que é justamente o país que tem os melhores índices de saúde pública.

Antes tivesse deixado os cubanos em paz. Como fez, acabou por ofendê-los.

E há ainda mais dois problemas:
a) aumentar a duração do curso de medicina para 08 anos e,
b) obrigar os estudantes a trabalhar no SUS para obterem diploma.

O que os estudantes têm a ver com o caos da saúde pública?

É um evidente contrassenso: precisamos urgentemente de mais médicos mas dificultamos a formação e dilatamos a duração do curso.

 O governo de Dilma tem cada uma...

Seria mais útil obrigar todos os políticos a utilizarem o serviço de saúde pública. Assim, com certeza, eles se esforçariam para fazê-lo melhor. Afinal, responsável mesmo é sempre quem toma as decisões e não quem as executa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário