16 de ago de 2012

Vai trabalhar ô preguicoso!


A Justiça decidiu: Ninguém é obrigado a sustentar vagabundo!
Mas, se os filhos forem bem educados (desde pequenininhos), não será necessário que o Judiciário tenha que se ocupar com esses assuntos.

Veja a matéria abaixo:

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina deu razão ao pai que deixou de pagar pensão alimentícia ao filho de 22 anos. Um acordo previu que o pai ajudaria a financiar os estudos do filho desde que entrasse na faculdade até julho de 2009 e que se empenhasse nos estudos. Ele ingressou na universidade em 2010 e a conclusão do juiz, do Ministério Público e dos desembargadores foi de que ele só se matriculou para continuar recebendo a pensão.

Leia mais em:
http://www.conjur.com.br/2012-ago-15/pai-deixar-pagar-pensao-filho-nao-interessa-estudar

Nenhum comentário:

Postar um comentário